Relato de parto

No dia 22 de junho às 6:30 da tarde minha bolsa estourou, contei como isso aconteceu aqui.  Júnior estava no treino e tive que chamá-lo pra vir pra casa pois as midwifes queriam me ver antes das 8h da noite no atendimento diário. Enquanto esperava ele chegar, arrumei as últimas coisas da mala entre uma contração e outra. Elas não estavam doloridas até entao, mas ainda assim conseguia sentir exatamente elas virem.

image

Por volta das 7:30 chegamos ao hospital, Júnior me deixou na porta enquanto ia estacionar o carro e fui caminhando até o EDAU, já conseguia sentir dores durante as contrações e elas pareciam vir com mais frequência. Não tive tempo de cronometrar, mas a sensação era que elas estavam bem frequentes.

image

Cheguei e já estavam me esperando, me examinaram e as contrações estavam vindo de 3 em 3 minutos e as dores aumentando a cada contração. Dali fui direto pra sala de parto, pois o parto estava avançando bem rápido, mas precisava chegar aos 4 cm de dilatação para poder pedir epidural e eu estava somente com 2 cm.

Foram 4 horas de muita dor, e o intervalo entre as minhas contrações eram muito curtos então não conseguia me recuperar para a próxima. Por volta da meia noite atingi 4 cm e pedi a epidural, que só foi ministrada umas duas horas depois. Quanta diferença! Como se tivessem me devolvido a vida! Mal sabia eu que ia sofrer muita dor até o Lipe nascer.

image

Por volta das 2 da manhã, minha amiga Samanta chegou pra ficar com a gente, ela faria as fotos do parto e foi ótimo ter uma amiga por perto pra dar aquela força. Consegui dormir e descansar, dar uma olhada e atualizada nas redes sociais, facetime com a família. Minha mãe não conseguiu chegar a tempo pro parto, já contei isso nos diários de gravidez, aqui.

image

Por volta do meio-dia do dia seguinte, as dores começaram a vir muito fortes novamente, as doses adicionais que eu podia ministrar através de um controle já não eram suficientes. Estava com quase 7 centímetros de dilatação quando a anestesista veio reavaliar o anestético. Ela me deu uma dose extra na veia e depois de cinco minutos repetiu. Foi uma dose cavalar, eu não sentia nada, absolutamente nada!

Lá pelas 4 e meia da tarde do dia 23 a midwife e a médica concluiram que eu estava com dilatação total, porém Felipe estava com a cabeça levemente inclinada, o que dificultaria a saída do bebê já que o alinhamento estava errado. De qualquer forma, começamos a fase final do parto, fase de empurrar. A pressão que sentia era muito grande e gente, a minha idéia de que epidural traria um parto sem dor caiu por terra. Não há epidural no mundo que tire a pressão que a cabeça do bebê faz lá embaixo. É uma dor nos ossos, sem explicação e lembrem que eu estava com uma dose cavalar de anestesia!!

image

Enfim, depois de meia hora empurrando sem sucesso, a médica aconselhou por um parto com fórceps. Pedi uma cesárea, já que fórceps não estava nos meus planos, mas fui convencida pelas enfermeiras e médica ( e também pela pressao que eu estava sentindo) que o procedimento seria rápido e que dentro de cinco minutos eu estaria com meu bebê no colo, ao contrário da cesárea que até eles prepararem a sala e me prepararem poderia levar mais de uma hora ( uma hora com aquela pressão horrível!). Também me asseguraram que seria muito tranquilo, sem riscos pro bebê, era só uma ajudinha que ele precisava pra virar a cabeça e poder passar pelo canal.

Às 17:47 do dia 23/06/2017 com 36 semanas e três dias, Felipe nasceu, pesando 2.680kg e medindo 50 cm. Ele ficou um pouquinho comigo e logo levaram ele para ser examinado, pois havia um pequeno corte no olho e um inchaço na cabeça, devido a posição dela no nascimento.

image

Logo ele veio pros meus braços e ficamos uma hora num namorinho gostoso, eu ele e Junior. É um amor que chega a doer. Não há nada mais gostoso nesse mundo que ver seu filho pela primeira vez. É tanta emoção que não cabe em palavras!

image

Quando eram 20h, nos levaram para o quarto. Felipe estava com os níveis de glicose baixo e precisou ser alimentado por fórmula nas primeiras horas pra que os níveis de glicose subissem rápido e não causassem hipoglicemia. Ficamos no hospital 4 dias, pois como ele foi prematuro precisava de mais cuidados e acompanhamentos.

image

Fiz um vídeo do primeiro e segundo mês do Felipe, assista no link abaixo.

Ser mãe desse serzinho tão pequeno e dependente da gente tem sido maravilhoso. O parto foi muuito difícil, levei pontos pois precisei de episiotomia, a recuperação foi bem dolorida, tive muitas dores pélvicas na gravidez e o fato de o parto ter sido com fórceps fez com que fosse ainda mais difícil a recuperação dessas dores, mas passaria por tudo de novo pra ver a carinha dele olhando pra mim.

image

O amor mais puro que pode existir!!

image

 

Anúncios

Diário de Gravidez: semana 36

A semana 36 começou tranquila, tive meu monitoramento no hospital na segunda-feira, exames de sangue, aumentaram a dose da minha medicação.

Tentei descansar um pouco, afinal tenho me sentido extremamente cansada, acho que as mudanças das últimas semanas finalmente “sinked in” um termo em inglês que tem o mesmo significado que “caiu a ficha” ( nossa, que velho isso, não?) e eu estou mais relaxada, afinal o que não tem remédio remediado está, já diz o ditado. ( Estou cheia das expressões hj).

image

Na quinta-feira feira pela manhã, dia 22/06, Julie veio tomar um café aqui em casa e depois seguimos para o meu almoço de despedida com o pessoal do escritório, ela aproveitou para rever o pessoal também que não via desde fevereiro quando saiu da empresa. Eu e o bebê fomos muito paparicados e ganhamos diversos presentes. Fiz uma pequena caminhada nesse dia do estacionamento ao restaurante no The Hub de MK e depois ao escritório, tudo na mesma quadra.

Cheguei em casa quase 3h da tarde e deitei no sofá para um cochilo. Minha barriga estava particularmente dura e as contrações de treinamento começaram, mas nada que já não houvesse vivenciado nas últimas semanas.

 

Junior chegou do trabalho depois das 5h, fizemos um lanche juntos e ele foi treinar. Eu voltei pro sofá assistir tv.

Às 6:30, quando estava levantando para ir ao banheiro, ouvi um pop dentro de mim e senti que minha calcinha umedeceu, fui ao banheiro e a ficha caiu, minha bolsa estourou.

image

Na hora fiquei na dúvida se era mesmo, porque não foi como estivessem jogado um balde d’água em mim como já li em muitos relatos, mas a água era incontrolável e tive a certeza que era questão de horas e eu estaria com meu bebê nos braços.

Liguei pro Junior que não atendeu e estava tentando contato com o hospital pra saber se eu esperava em casa o parto se estabelecer ou se precisava ir pro hospital. Consegui contato com o ADAU pouco antes das 7 da noite e pediram para eu ir ao hospital antes das 8h, assim as midwifes que faziam meu monitoramento semanal iam me ver.

E Junior que não atende esse telefone! Liguei pra Samanta, Gui logo ligou pro Zé, professor do Junior, e conseguimos falar com ele: “Venha pra casa, seu filho vai nascer!!”

 

Diário de Gravidez: semanas 34 e 35

Semana 34

É, parece que o caos está se instalando por aqui. Longe de mim querer ser pessimista e ficar reclamando da vida, mas as coisas não vão indo muito bem, nem perto do planejado pra falar a verdade. Estou cada dia mais exausta, com dores, contrações de treinamento todas as noites, às vezes até desconfio que não sejam só de treinamento. Sem falar na colestase, médicos e mais médicos, exames e mais exames. Descobri essa semana que uma prima perdeu um bebê há alguns anos por causa da mesma doença. Fiquei super nervosa, aproveitei o tour que faríamos no hospital no sábado pra conversar com a midwife a respeito e eles resolveram aumentar meu monitoramento pra duas vezes na semana.

Não estou tendo condições físicas, nem psicologicas para ir trabalhar e o médico resolveu me afastar até dia 30/06 quando está marcada minha indução.

Ahh, não falei isso ainda né? Dia 30 quando já estarei com 37 semanas e cinco dias eles vão induzir meu parto, já está tudo marcado no hospital e tive uma longa conversa com o médico sobre isso. Como os níveis da biles estão altos no sangue, eles acham melhor e mais seguro para o bebê estar aqui fora. Sendo assim, com 37 semanas já consideram que o bebê corre menos risco fora que dentro e então o parto será induzido.

O que mais me abalou nessa história toda é que minha mãe chega somente dia 11 de julho, como a indução é dia 30, minha mãe não vai estar aqui pro nascimento do meu filho. Tentei trocar a passagem, mas as taxas estão absurdas!! Praticamente o valor de uma passagem nova somente pra antecipar a data. Então vou ter que me conformar que ela não estará aqui.

Ainda bem que minha amiga está aqui pra me dar um apoio psicológico e distrair um pouco.

image

 

Sá e Gui também vieram jantar aqui em casa e gosto disso, pois além de distrair ainda me divirto muito com a casa cheia.

image

Semana 35

Fui ao trabalho conversar com minha chefe e fazer os últimos ajustes para minha licença maternidade começar antes, já que não vamos esperar minha due date que seria 17 de julho. Cancelei também as duas semanas de holidays que tiraria, pois estou de liçença médica.

Também reagendamos o meu almoço de despedida que seria dia 30 pro dia 23, assim posso me despedir do meu time direitinho.

Essa semana tem sido de preparação, terminar a mala da maternidade do bebê e a minha, a indução pode demorar 72 horas, então a midwife falou pra me preparar para um fim de semana prolongado.

image

Samanta me ajudou a terminar o quartinho do bebê, comprar os últimos itens o que fez eu me sentir menos ansiosa. Ainda não está tudo pronto, falta pendurar os quadrinhos, trazer o puf que está na sala e dar a ultima organizada. O berço não compramos ainda por falta de espaço e vamos usar um moises nos primeiros meses.

image

Foi uma semana bem corrida, três consultas no hospital e toda correria que já falei ai em cima, mas está chegando a reta final e se Deus quiser vai dar tudo certo.

Quadrinhos que a Sa pintou à mão com todo carinho e capricho. Fiquei apaixonada por eles.

image

 

 

Diário de Gravidez: semanas 32 e 33

Semana 32

A trigésima segunda semana começou com uma visita à midwife na segunda-feira pela manhã para repetir o exame de sangue  da semana passada e à tarde foi dia de ultra: ver se nosso menino está mesmo crescendo mais que o esperado.

Com 32 semanas ele está pesando 2.065kg pouco mais de 4 lb aqui na Inglaterra. Está sim na linha esquerda do gráfico de desenvolvimento, mas pelas medidas da eco, não está fora da linha como a midwife mediu. Lembrando que cada gráfico considera peso e medidas da mãe, então pode parecer um bebê de tamanho normal para muitas mulheres, mas para minha estatura é um bebê grande.

A terça-feira foi meio caótica já que logo cedo a minha midwife ligou avisando que os resultados dos meus exames tinham saido e que os níveis de toxina no meu sangue tinham aumentado. Na mesma tarde fui encaminhada para o hospital para fazer exames mais detalhados, monitorar o bebê e ser vista por um médico.

Passamos quatro horas no hospital, entre exames, monitoramento dos batimentos do bebê e aguardando a consulta médica.

Consegui tirar várias dúvidas sobre a colestase com a médica e a partir de agora vou fazer monitoramentos semanais direto no hospital. Vou fazer um post mais detalhado sobre a colestase e como descobri os primeiros sintomas, que foram super sutís, se eu não estivesse bem informada, poderia ter passado desapercebido facilmente.

Na quarta tive que voltar ao hospital para mais uma sessão de fisioterapia, afinal minha PGP não melhorou em nada com os exercícios, mas a sessão individual, apesar de ser mais direcionada e ela realmente tocar no paciente não é milagrosa e muito menos assídua, ganhei um voucher para voltar até agosto caso não melhore, oi? Como assim? Não podemos fazer isso toda semana até apresentar melhora?

O resto da semana foi normal, apesar de estar bem mais ansiosa e vigilante nos movimentos do bebê por recomendação médica, estou bem positiva e tenho certeza que estou sendo muito bem monitorada.

Em casa, aproveitamos o feriadão de Maio para limpar o carpete antes do bebê e das visitas chegarem. Minha amiga Andressa chega semana que vem para passar uns dias com a gente e logo depois minha mãe e minha prima vem para o nascimento do bebê. Não, ainda não decidimos o nome. Aff

Além dos sintomas habituais, dores na região pélvica, asia, refluxo e as leves coceiras noturas, acho que comecei a sentir as primeiras Braxton Hicks, ditas contracões de treinamento. Não estou certa 100%, mas minha barriga endurece como um todo e depois relaxa. Espero não ser muito cedo pra isso, nem sei quando é que elas começam a aparecer.

Peso: 65.8kg

Circunferência da barriga: 98cm

 

Semana 33

Segunda-feira foi de muito trabalho, reunião com minha chefe para discutir a minha licença maternidade, como e pra quem vou passar meus projetos e responsabilidades. Pra falar a verdade gostaria que isso já estivesse resolvido, mas tivemos muitas mudanças no departamento ultimamente, muita gente saindo, gente nova entrando e ainda não suficientemente apta para substituir minhas tarefas.

Terça foi dia de visita ao hospital para o acompanhamento semanal, sem grandes novidades, o que considero bom, porque notícia ruim vem rápido, não é mesmo?

Quarta minha amiga chegou foi dia de colocar a conversa em dia, tomar chimarrão e curtir uma boa companhia.

image

Quinta fiz um ultrasson do fígado para ver se estava tudo bem, tudo parte da investigação da colestase que estou sendo submetida, o resultado só recebo daqui umas duas semanas.

O resto da semana passou voando, visita, trabalho e os mesmos sintomas, asia, cansaço, coceira, nada de diferente.

Sábado fomos num churrasco na casa da Michele, comemorar o aniversário dela e domingo passeamos no Willen Lake, Andressa e eu, tomamos muito chimarrão, almoçamos por lá mesmo e depois fomos ao Kaspa’s para sobremesa. Uma overdose de açúcar que definitivamente afetou o sono do bebê, ele mexeu muito durante a noite que praticamente não consegui dormir. Melhor reduzir a quantidade de açúcar e chimarrão.

image

Diário de Gravidez: semanas 30 e 31

Semana 30

Minha sobrinha nasceu!!! A Isadora nasceu dia 12/05, linda e a cara do pai. Dá até um friozinho na barriga em pensar que logo, logo é a minha vez.

image

Por aqui as coisas continuam na mesma, firme e forte no trabalho, mas não sem muita dores nas costas. Haja bolsa de água quente, minha gente!!

Minha PGP ( dor na região pélvica) tem ido de mal a pior, mas vou dar mais uma semana de exercícios antes de recorrer a fisioterapia novamente, até porque a fisio daqui é completamente diferente e o só te dão exercícios pra fazer em casa.

A notícia mais legal da semana é que fomos fazer a ultra 4d! Eeee

image

Pude ver meu bebê que está crescendo e se desenvolvendo muito bem obrigada, com 30 semanas ele está com 1.700kg e esbanjando saúde. Como é gostoso ve-lo e ter essa sensação de que, até onde se pode checar, o seu bebê está bem e saudável. Dá uma paz pro coraçãozinho de mãe da gente.

image

Ainda não consigo achar ele parecido comigo ou com o Junior, minha mãe acha que o nariz é do pai, o pai também acha que é mais parecido com ele, mas não sei, não acho tão visivel não. Acho mais uma mistura mesmo de nós dois. Ou será meu orgulho mesmo não querendo admitir que vai vir mais um bebê nessa família que é a cara do pai?

Também foi a semana do Dia Das Mães e minha mãe não podia estar mais linda e feliz com mais uma netinha nos braços!

image

Por aqui o dia das mães foi celebrado com muita roupinha de bebê no varal. Hora de começar a lavar tudo, passar e guardar para logo fazer a mala da maternidade.

image

 

Semana 31

A trigésima primeira semana começou com uma consulta de rotina com a midwife. Tudo aparentemente, normal, apesar de ela ter ficado um pouco preocupada com o tamanho do bebê. Aqui eles medem sua barriga, do ponto onde ela começa, logo abaixo dos seios, até o ossinho da pélvis pra acompanhar o crescimento do bebê.

Na última consulta, três semanas atrás, estava em 28 cm, o que já nos colocou na faixa de crescimento de cima do gráfico que serve de parâmetro, como esse aqui embaixo.

image

Ela falou da possibilidade de termos um bebê grande e que o ideal seria se ele acompanhasse essa linha de crescimento, porém essa semana medi 31cm, ou seja, ultrapassamos a linha de crescimento em que estávamos, então ela me encaminhou para uma ecografia, afim de avaliar o crescimento do bebê com mais precisão.

image

 

Confesso que a idéia de ter um bebê grande assusta um pouco, primeiro porque não esperava, já que sou pequenininha e Junior é magro e alto, mas longe de ser graaande. Segundo, porque gostaria de ter parto normal e dependendo do tamanho do bebê pode ser mais complicado ou impossível.

image

Outro sintoma que relatei a midwife foram as coceiras nos braços e pernas, proximo às mãos e pés, fiz um exame de sangue e deu uma leve alteração para colestase. Até onde sei colestase é uma toxina produzida pelo fígado e que quando não eliminada, se acumula em maior quantidade no sangue causando coceira, às vezes, insuportáveis. Até ai tudo bem, porque coceira a gente remedia e passa, mas parece que a colestase pode ser prejudicial para o bebê e aumenta as chances de morte fetal.

image

Não vou me preocupar antes da hora, porque a coceira é bem levinha e a alteração no exame parece que foi mínima, mas já tenho consulta semana que vem para repetir o exame e monitorar a situação.

image

No trabalho, essa foi sem dúvida a pior semana de trabalho durante a gravidez, não só devido as minhas dores nas costas e quadril que tem tornado minhas horas na cadeira do escritório, praticamente infernais, mas foi uma semana de muita correria, muitas reuniões intermináveis, muita coisa pra fazer e pouco tempo pra executar. Se eu pudesse beber, teria aberto uma garrafa de vinho pra celebrar o final dessa semana.

image

O quartinho do bebê ainda está uma zona, mas pelo menos as roupinhas já estão todas lavadas e só falta passar uma última leva, então, de dentro pra fora já há progresso. Viva!!

image

Essa semana também aproveitamos para fazer as últimas fotos do barrigon. Sa veio aqui em casa de novo, me arrumou toda e finalmente tiramos as fotos com o papai aqui e ao ar livre. Estou amando as fotos que tiramos e o àlbum vai ficar a nossa cara.

Para evitar que os posts fiquem muito longos, resolvi fazer os diários de duas em duas semanas, principalmente agora tem mais coisas acontecendo já que estamos cheganfo na fase final.