Um pouquinho da Terra Santa

Na semana que comemoramos o nascimento de Jesus nada mais propício relembrar minha viagem a Israel alguns anos atrás e contar um pouquinho da emoção que senti ao conhecer esse lugar tão mágico, tão diferente e ao mesmo tempo com uma história tão próxima e velha conhecida da gente.

image

Jerusalém é realmente impressionante. Tão diferente da nossa cultura, mas tão diferente que não tem como andar pelas ruas e não ficar embasbacado em cada esquina. Uma das coisas  que choca logo de cara é o armamento pesado nas ruas o tempo todo, inclusive adolescentes armados andando de ônibus, pois lá todos tem que servir o exército (e quando digo todos são todos mesmo), inclusive as mulheres, por dois anos.

image

Conheci uma israelense que namorava um australiano, estavam só esperando ela terminar de servir ao exército para poderem mudar para a Autrália.

Não senti medo, mas confesso que é intimidador você querer entrar no Mc Donalds e se deparar com um cara segurando uma metralhadora na porta. Tudo bem que a gente ouve praticamente toda semana na TV sobre guerras, ataques terroristas e conflitos messa região, mas ver com os próprios olhos todo esse cuidado com a segurança é outra coisa.

É tanta história, tanto simbolismo que foi um dos poucos lugares em que pensei… ” Meu Deus, onde vim parar? Nem acredito que tô aqui”. Se alguém me dissesse, quando adolescente, que eu sairia de Novo Barreiro e iria conhecer Jerusalém eu não acreditaria. Jerusalém/ Israel era um “mundo” que só existia nas histórias bíblicas, algo muito distante do meu “mundo”, que eu nunca imaginei conhecer  de perto.

image

Então os ventos mudam e te levam pra tão longe que você quase não consegue acreditar. Conhecer Jerusalém foi, sem dúvidas, a viagem mais marcante da minha vida. Claro que conhecer Paris, a Escandinávia, o Caribe foram experiências maravilhosas (ou nem tão maravilhosa assim, como contei aqui) mas Jerusalém é algo que mexe com a alma da gente.

image

Andar pelas ruas em que Cristo andou, conhecer cada uma das 14 estações encenadas pela Via Sacra da Igreja São João Batista que meus pais me levavam para ver todos os anos quando era criança.

Pedra da Unção, segundo a história foi aqui que o corpo de Cristo foi ungido e envolto no manto sagrado antes de ser sepultado.
Pedra da Unção, segundo a história foi aqui que o corpo de Cristo foi ungido e envolto no manto sagrado antes de ser sepultado.

Molhar os pés no rio em que Jesus foi batizado e relembrar as aulas de catequese nas salinhas atrás da igreja, quando nem fazia idéia onde ficava Israel no mundo.

image

O Rio Jordão fica a mais ou menos 40km de Jerusalém na fronteira de Israel com a Jordânia.
O Rio Jordão fica a mais ou menos 40km de Jerusalém na fronteira de Israel com a Jordânia.

Boiar no mar morto e ficar impressionada como realmente você não afunda não importa o quanto você tente. A concentração de sal é dez vezes maior que no mar comum e o banho aqui não é recomendado por mais de 15 minutos.

image

image

Meu tour também incluiu Nazaré, onde visitamos a Igreja da Anunciação, lugar em que, segundo a história, o anjo Gabriel anunciou à Maria que ela seria mãe do filho de Deus. Infelizmente tive um problema com meu pc e perdi toodas as fotos desse passeio. Triste.

Claro que não conheci a Terra Santa como gostaria, não consegui ir ao muro das lamentações, no jardim das oliveiras, pois o tempo era super curto, nem consegui ir a Belém na Palestina, mas foi tudo tão intenso no lugares que consegui ir que me senti uma privilegiada.

 

 

Anúncios