Bruxelas: Sacre Coer, Atomium, Royal Palace


O ano começou tumultuado por essas bandas, viagens, visitas, problemas… Só agora que estou tendo cabeça para terminar a série de posts da nossa viagem de ano novo. Mas antes tarde do que nunca né? Prometo tentar terminar de uma vez antes que eu esqueça dos detalhes.

image

Nossa passada na Bélgica foi super rápida ficamos apenas 2 dias e uma noite em Bruxelas para depois seguirmos viagem para Amterdam. Acordamos cedo e tomamos café no hostel mesmo pra agilizar,  aliás o hostel que escolhemos foi horrível, o cheiro de suvaco no quarto era insuportável e mesmo com a temperatura na casa dos 5 graus tivemos que abrir a janela assim que chegamos pois o cheiro era muito forte. Ainda bem que levamos cobertas e travesseiros no carro porque, sinceramente, eu não teria coragem de usar as de lá.

imageBom, depois de passar uma noite intoxicada com o cheiro de asa alheia, fomos o Palacio Real que fica de frente para o Parque de Bruxelas e ao contrário do que pensei não é sede da realeza belga. Os monarcas vivem no castelo de Laeken situado há uns 5km nos arredores de Bruxelas. Esse palácio, serve como um escritório real.

imageO palácio abre para visitações no verão de julho a setembro então fica a dica para quem for visitar a cidade no verão já que ele é uma das principais atrações da cidade.

imageNossa próxima parada foi a Basílica de Sacre Coer, construída pelo Rei Leopoldo II para comemorar os 75 anos da independência da Bélgica. Inspirada na Sacrè Coer de Paris a basílica recebeu o mesmo nome que sua irmã francesa.

image

imageNossa última parada em Bruxellas antes de pegarmos a estrada rumo a Amsterdam foi o Atomium. Construído em 1958 para a Expo 58, considerada a primeira maior exposição mundial depois da Segunda Guerra.image

imageO monumento tem 103 metros de altura e atrai visitantes até hoje, sendo um dos símbolos do país. É aberto ao público diariamente das 10 às 18 horas e vale muito a pena a visita.imageTomar um cafezinho no bar/ restaurante que fica em uma das esféras mais alta do átomo também é uma boa pedida.image

imageRecomendo fazer o passeio à tarde devido a posição do sol que se encontra na parte de trás do átomo proporcionando uma vista melhor da entrada, principalmente para os amantes da fotografia. Como fomos no final da manhã, ainda pegamos o sol de frente o que atrapalhou bastante qualquer foto da vista frontal ( a mais legal diga-se de passagem).

As esferas internas contam a história de como e porque o átomo foi construído.imageTem uma escada rolante super cool, quase uma festa rave com muitas luzes e efeitos  da hora. Na real, as escadas são uma atração à parte! image

Depois do átomo entramos no carro e partimos rumo a Amsterdam!!image

Avenue de l’Atomium 1020, Brussels, Belgium

 

 

 

 

 

Anúncios

Bruxelas: Grand Place e Delirium Café

Bruxelas sempre foi um destino que queria incluir nos meus roteiros de viagem, mas sempre foi ficando pra lá já que muita gente dizia que Bruxelas não tinha muita coisa pra ver, que não era tão legal, que Brugge era mais bonita. Como a gente já havia ido em Brugge uma vez, Bruxelas foi ficando pra depois. Até que um casal de amigos veio passar o Ano Novo aqui e estavam planejando fazer uma viagem de carro pra Bruxellas e Amsterdam e resolvemos pegar o embalo e irmos com eles.

E posso confessar? Amei Bruxelas! Não sei se porque fui com minhas expectativas super baixas considerando tudo que ouvi a respeito ou porque a cidade é bonita mesmo.

image

A cidade é super charmosa os mercados de Natal espalhados pela cidade também contribuiram para deixar a cidade ainda mais bonita.

image

Deixamos nossas coisas no hostel e fomos caminhar pela região da Grand Place, tomamos quentão nas barraquinhas do mercado de Natal e tiramos muitas fotos.

image

Apesar do frio a cidade estava lotada e as ruazinhas cheia de turistas pra lá e pra cá de barraquinha em barraquinha, o ring de patinação em frente ao Teatro também atraia locais e turistas.

image

Há também vários restaurantes de todos os tipos de culinária, mas principalmente de frutos do mar. E fiquei impressionada em como se come bem e barato em Bruxelas, a maioria dos restaurantes serve menus completos (entrada, prato principal e sobremesa) por preços que variam entre 12 e 18 euros, dependendo do menu. E engana-se quem pensa que a foto abaixo é meramente decorativa, os frutos do mar são frescos, prontos para irem para a panela.

image

A Grand Place é uma atração à parte e à noite as luzes da praça mudavam de cor conforme o ritmo da música, uma enorme àrvore de Natal  no centro e uma manjedoura completavam o cenário natalino e frente a prefeitura, um dos prédios mais famosos de Bruxelas.

image

image

Depois da janta caminhamos mais um pouco pelas ruazinhas estreitas até chegarmos à estátua do menino fazendo xixi, que decepção: a estátua é minuscula! Nem com o zoom da câmera consegui uma boa foto, mas mesmo assim estava cercada de turistas tentando um bom ângulo.

Quando já estávamos quase indo embora achamos por acaso o bar Delirium escondidinho em uma viela (quase passa desapercebido não fosse pelo barulho e um aglomerado de pessoas na porta) mas com muita animação vindo do lado de dentro, resolvemos parar para uma cerveja.

image

O bar estava lotaado e não foi fácil conseguir uma mesa. São dois andares com diferentes ambientes. Fui descobrir mais tarde que o bar ganhou o reconhecimento do Guiness Book em 2004 como o bar com a maior variedade de cervejas em sua carta, na época pouco mais de 2000 tipos. Hoje o eles contam com 3162 tipos de cervejas para todos os gostos e bolsos.

image

O bar é propriedade da cervejaria que produz a Delirium Tremens uma das cervejas mais famosas da marca que deu nome ao bar. É um lugar super cool, cheio de gente animada, música alta e num ambiente bem discontraído.

image

image

Super recomendo uma passada no bar pra animar a noite em Bruxelas. O bar fica próximo a Grand Place no endereço abaixo.

Delirium café – Impasse de la Fidélité 4, 1000 Bruxelas, Bélgica