Tirando a carteira de motorista na Inglaterra: prova prática

Já contei nesse post aqui como foi a fazer a prova teórica para a carteira de motorista, semana passada fiz a prova prática, a segunda, pois reprovei na primeira. Desde o início, sabia que a teórica seria muito mais fácil, mas como são duas etapas, tive que enfrentar.

A prova prática, foi um pouco mais complicada. Primeiro que não foi fácil achar um instrutor de auto-escola, a maioria super lotado, sem horário para novos alunos. Perdi a conta de quantos contatei e a resposta sempre a mesma: “Estamos completamente lotados”. Mas com persistência acabei encontrando, não foi amor à primeira aula, muito menos na segunda, mas fazer o quê, já foi tão difícil achar um disponível que não tive muita escolha.

Quando entrei no site do DVLA para agendar a minha prova, tinha uma vaga para aquela semana ou então só para o final do mês seguinte. Resolvi arriscar e agendei, tinha feito apenas 3 aulas.

Por pouco não passei, foi um erro bem bobo, mas considerado grave.

A prova funciona assim, você aguarda seu examinador numa salinha junto com o seu instrutor. Você pode escolher se quer que seu instrutor vá com você ou não durante o teste. O examinador vai pedir que você assine a folha de prova e vai conferir as duas partes da sua carteira de motorista. Aqui as carteiras tem duas partes, uma que é um cartão e outra parte em papel, para a prova você precisa levar as duas.

image

Depois disso vocês vão para o carro, onde você vai fazer o teste de visão que nada mais é que ler uma placa de um carro qualquer estacionado a mais ou menos 20 metros de distância.

Dando continuidade ele vai te fazer duas perguntas conhecidas como Show me or Tell Me ( Mostre-me ou Diga-me) que são perguntas a respeito de como usar as luzes, verificar o óleo, a água e essas coisas. A lista de perguntas você pode obter aqui, geralmente os instrutores fornecem uma cópia pra você relembrar.

Feitas as perguntas ele explica como vai ser a prova. Você vai dirigir por 30 a 40 minutos, vai fazer uma das três manobras listadas aqui abaixo (clique no título se quiser ver o video), e um trecho de direção independente.

 Reverse behind the car;

Fonte: www.drivingtesttips.biz
Fonte: http://www.drivingtesttips.biz
Fonte: www.thehub.driving-lesson.co.uk
Fonte: http://www.thehub.driving-lesson.co.uk
Fonte: www.motorward.com
Fonte: http://www.motorward.com

O teste pode incluir ou não uma parada de emergência, não tive que fazer em nenhum dos meus, mas é simples.

A etapa do teste que eles chamam de direção independente funciona assim, o examinador vai te dar instruções pra você seguir e depois vai pedir que você siga as placas para determinada direção, caso você queira ele pode mostrar mapinhas.

Foi durante esse procedimento que reprovei na primeira vez. O instrutor pediu para eu estacionar para as novas instruções, era numa rua super apertadinha (bem comum aqui na Inglaterra, o que não devia ser um problema na era dos cavalos, mas agora é. E ainda os moradores estacionam seus carros metade em cima da calçada metade na rua, ficando somente o espaço de um carro pra passar).

Fonte: www.redroseyellowrosecardboardbox.blogspot.com
Fonte: http://www.redroseyellowrosecardboardbox.blogspot.com

Quando ele me liberou para continuar, dei o sinal e esperei, pois havia um carro atras de mim esperando o carro que vinha de frente passar para ele poder continuar, o carro passou e a mulher não saia de trás de mim, ai ficou aquela situação eu-esperando-por-ela-ela-esperando-por-mim constrangedora, eu não sabia o que fazer, e decidi ir, quando eu fui ela foi também. Nada aconteceu, mas o examinador disse que eu deveria ter esperado ela.

Aprendi a lição, pois a mesma situação aconteceu no meu segundo teste e eu esperei uma cara o outro motorista resolver sair, mas só fui depois dele.

No restante do teste fui super bem, cometi 2 erros, você pode cometer 15 pequenos erros, mas nenhum grave.

Fiquei super chateada, mas tive que aceitar e agendar um novo teste pra dali um mês. Fiz mais umas aulas e dessa vez passei. Agora posso dirigir na esquerda e na direita!

image

O mais complicadinho aqui são as rotatórias, algumas são enormes, com várias saídas e você tem que saber se posicionar corretamente pra sair no lugar certo sem cortar faixa de ninguém.

Graças a Deus, acabou e agora é só dirigir com cuidado pra não levar nenhuma multa. Em dois anos, posso levar somente 6 pontos, caso contrário tenho que refazer o teste de novo. Já imaginou?

 

 

Anúncios

Tirando a Carteira de Motorista na Inglaterra: Prova Teórica

Tem certas coisas na vida que você acha que vai passar uma vez na vida e pronto, acabou: tipo trocar os dentes “de leite”, passar no vestibular, tirar a carteira de motorista. Mas ai um dia você decide mudar para a Inglaterra (leia-se outro país) e pronto: sua carteira de motorista não vale mais e você tem que passar por tudo outra vez.

Na verdade ela vale, você pode dirigir como turista por um ano, mas depois disso tem que tirar a carteira britânica. Alguns países conseguem fazer uma troca, sem precisar refazer todos os testes, mas o Brasil não está nesta lista, infelizmente, entao tive que mexer.

Não é complicado, nem burocrático, nem custa os olhos da cara como custa hoje em dia no Brasil e a carteira provisória você já recebe de cara, sem precisar prestar nenhum tipo de exame. O primeiro passo é preencher um formulário que pode ser retirado nos correios, ou pode preencher online mesmo no site do DVLA (link aqui).

Fonte: www.pass-test.co.uk
Fonte: http://www.pass-test.co.uk

Eu fiz online e a única diferença é que você precisa aguardar uma confirmação que eles enviam, assinar e retornar pro DVLA ( que é o DETRAN daqui) coisa que se você retirar o formulário no correrio não precisa pois você já vai assinar e mandar pra eles de qualquer forma, ai paga uma taxa e dentro de uns dias você recebe sua carteira provisória em casa.

Minha carteira chegou!!
Minha carteira chegou!!

 

Até ai tudo beleza, mas como sempre tem um mas no meio do aminho, na legislação daqui pra você dirigir com a carteira provisória, você precisa estar acompanhado de um outro motorista, maior de 21 anos que tenha carteira há mais de 3 anos. Achou que ia ser moleza?

Depois que recebi minha carteira provisória, ganhei um CD pra estudar pra prova teórica. O CD tem tudo o que você precisa saber pra passar na prova e os simulados são iguais a prova, mesmo estilo de questões, mesma metodologia, bem como você vai encontrar na prova de verdade. Achei uma maravilha, porque você estuda no conforto da sua casa, no seu ritmo quando e como bem entender, não tem essa chatice de enfrentar aulas e tal.

Programa de domingo
Programa de domingo

Umas das principais diferenças nas placas de trânsito daqui é que as placas de proibido deles não vem cruzadas como no Brasil. Um circulo redondo com as bordas vermelhas já é proibido. Como os exemplos aqui debaixo: proibido ultrapassagem e proibido veículo motor.

Fonte: jersey.theorytestpro.co.uk
Fonte: jersey.theorytestpro.co.uk

Pra prova o agendamento também é online, só escolher o dia, onde quer fazer a prova, pagar mais uma taxa e pronto.

Minha prova fiz segunda- feira passada. Tudo rápido e sem enrolação (agilizado, como quase tudo por aqui). Cheguei 15 minutos antes, apresentei minha carteira provisória, guardei os pertences num armário ( na sala de prova não pode levar nada, bolsa, telefone, tem que tirar tudo, inclusive relógio e o cachecol) passei pela “revista” pra conferirem que não fiz “cola” rss. Dali pra frente você entra numa sala monitorada por câmeras, com várias cabines, bem parecido com uma lan house, e eles te indicam uma cabine na qual você vai fazer seu teste.

O teste é composto duas partes a primeira são 50 questões de múltipla escolha das quais você precisa acertar no mínimo 43 e pra essa parte o tempo é cronometrado, são, se me lembro bem, 56 minutos. É tempo pra caramba e dá e sobra.

Fonte: www.pass-test.co.uk
Fonte: http://www.pass-test.co.uk

A segunda parte são 14 videos de situações no trânsito que você tem que ficar atento e identificar os perigos, quanto antes você identificar esses “perigos”, mais pontos você faz. É super tranquilo e bem facinho.

Minha maior dificuldade foi o vocabulário, tive que aprender na marra um vocabulário que não fazia parte do meu arquivo. Afinal não fazia idéia como era meio-fio, para-choque, luz alta, luz baixa, rebocar, e mais uma infinidade de outras coisinhas que a gente só se dá conta que não sabe na hora que precisa de verdade. Pelo menos meu vocabulário aumentou 🙂

Terminou a prova, pode sair da sala imediatamente e o resultado já está te esperando na recepção. Isso mesmo! Vapt e vupt! E pronto, passei a primeira etapa.

Agora tenho que fazer a prova prática, mas só depois que voltar do Brasil e o tempo melhorar um pouco já que não quero fazer a prova no gelo e na chuva. Vai que neva no dia da  prova? Melhor não arriscar, neh?!