Em busca da identidade européia

Bom, acho que nem contei por aqui ainda, mas estou fazendo meu processo para reconhecimento de cidadania italiana. Meu primo já reconheceu então foi bem mais fácil pois já tinha todos os documentos. Não precisei procurar muito, somente tive que emitir 2ª via de todos para o meu processo que vai ser feito em uma cidade diferente da que meu primo fez e não vou usar a pasta dele.

Em setembro, fiz meu agendamento no consulado de Curitiba e fui entregar as certidões para legalização. O italiano responsável foi super simpático e desbancou toda a ideia que eu tinha dos italianos que trabalham no consulado. Sempre tive a impressão ( concebida pelos diversos depoimentos que li sobre o atendimento no consulado) que eles seriam grossos, frios e antipáticos.

Graças a Deus eu estava enganada. O italiano que me atendeu se chamava Enrico e foi super gente boa, atencioso e cortes. Nada daquilo que eu esperava, ainda bem! E não só o italiano que me atendeu,  pude observar os outros atendentes enquanto eu aguardava e todos muito atenciosos e sorridentes. O consulado de Curitiba está de parabéns pelo atendimento. Pelo que dizem nem sempre foi assim, que isso tudo é obra do novo Cônsul. Que continue assim!

Comentários a parte, voltemos a minha história. Como tudo não é um mar de rosas, ao chegar em casa percebi um erro de data na certidão de casamento dos meus pais. Bateu aquele desespero, sensação de que todo o esforço teria sido em vão. Era um tal de fala com assessoria daqui, liga pra cartório dali que nem consegui almoçar naquele dia.

Então, quando fui retirar minhas certidões semana passada, levei uma certidão corrigida para solicitar que eles legalizassem, conforme a assessoria tinha me instruído. A retirada é simples, você apresenta o protocolo na recepção e o próprio recepcionista entrega suas certidões prontas, mas como eu pedi para falar com o Enrico (responsável pela legalização) acabei ficando no final da fila de atendimento. Ate ai tudo bem, eu não tinha agendamento então nada mais justo.

Lá pelas 11h felizmente chegou a minha vez, entrei na sala e contei a ele o que havia acontecido com a certidão: um erro de digitação do cartório. Ele foi procurar o meu processo e  para minha surpresa nenhuma das minhas certidões estavam legalizadas!!  O motivo? A infeliz caixa do banco onde fiz o deposito não colocou o código do processo. Na verdade o código aparecia no comprovante, mas no sistema não. Como ele não localizou o pagamento não fez a legalização.

Na hora fiquei nervosa, falei que tínhamos explicado para a caixa que o código era importante e como ele apareceu no comprovante eu fiquei tranquila. Mostrei a ele o comprovante e sem nem cogitar outra hipótese ele logo disse que era para eu aguardar que ele legalizaria as certidões naquele dia e de quebra, já faríamos a troca da certidão errada sem custo ( se ele já tivesse legalizado eu teria que pagar nova taxa).

O único inconveniente foi a espera, pois chegamos ao consulado às 9h e só saímos às 14h. Um chá de cadeira e tando, mas apesar do susto as certidões já estão todas aqui, bonitinhas e legalizadas.

Agora e só viajar… Itália, aqui vou eu!

Anúncios